quarta-feira, 26 de novembro de 2014

PRESENTE IMPERFEITO

Arte por Geoges Méliès

"Acredite na  urgência resoluta do agora." - Tonight, Tonight, Smashing Pumpkins


Sempre penso que se alguém olha para o céu na noite, ao mesmo tempo em que você, isso é uma forma de estar junto.
Ainda costumo sair de madrugada e olhar naquela direção. Porque um dia, como tantas coisas que o amor provoca, quis ver a única luz da noite encontrar a única luz da esperança. Duas belezas que colidem como no nascimento das fadas. Pro coração bater mais forte. Vício de errar no desejo.
As estrelas? Quem disse que elas brilham? Aquilo não é brilho. São só olhos de testemunhas. Sonsas. Elas vigiam lá de cima o jeito como o amor nasce, cresce, se machuca, e cresce mais, e se machuca mais, e cresce mais e...
...é só isso que o amor faz da vida. Da nossa vida. Parece que o amor só faz doer. Leva a gente de um canto pra outro, ora caminhando pro abismo. Mas só parece. Outra coisa ele faz.
Transforma. Vira coisa linda dentro de nós. Vira força. Ás vezes uma força triste. E nem sempre “triste” quer dizer “ruim”. Às vezes triste é só saudade. Ás vezes é só vontade. Ás vezes é ferida sarando, decepção se apagando, novo tempo chegando.
Mas, no mais das vezes, amor é abraço, cheiro bom de cabelo lavado. É beijo. É abraço, calor, dormir junto. É brigar sabendo que o outro perdoa. É derrubar, sabendo que, se cair, a gente voa. É música. Texto, desenho e cor. Rir, beber, comer.
Parece que amor é só fazer. Vai ver que é. Mas não fazer direito. É um fazer imperfeito, senão, inexiste. Amor perfeito é mais que triste. O amor tem que ser sujo e cego pra prestar.
Hoje estavam lá, as estrelas sonsinhas, rindo da minha cara. Nem liguei. Luz da noite, luz da esperança. Esse brilho existe, que eu o veja ou que não. Hoje é dia de brilhar mais forte. Daqui calado, debaixo da lua tímida e cansada, juntei meus caquinhos de bem-querer e pedi, mais forte que qualquer vento e vontade, que seu presente lhe chegasse às mãos: Amor imperfeito assim. Cego, sujo e verdadeiro. Amor de gente feliz.






Nenhum comentário :